Para te ajudar neste momento importante, separamos algumas questões que você deve responder. Ao terminar de respondê-las, é muito provável que você não terá mais dúvidas entre qual tipo de imóvel é melhor para você. Vamos lá?

A dúvida entre casa ou apartamento na escolha do novo imóvel permeia todas as pessoas ao menos uma vez na vida. Geralmente, é quando estão saindo da casa dos pais ou quando estão planejando aumentar a família. Seja às vésperas de um casamento, ou de dar mais um passo rumo à independência financeira, não basta apenas aprender como economizar dinheiro ou economizar no orçamento doméstico. É preciso ponderar alguns pontos na escolha do novo lar.

Qual seu perfil?

Esta, talvez, seja a questão mais importante. Existem pessoas que não têm perfil para morar em apartamento. Geralmente, são pessoas que precisam estar em contato com a terra, seja cuidando de um jardim ou produzindo suas próprias frutas e hortaliças no fundo da casa. Além disso, existem aquelas que adoram bichos de toda espécie. Apesar de condomínios, por lei, não poderem proibir os proprietários de apartamentos de possuírem animais, uma casa com quintal tem espaço suficiente para cães, gatos, jabutis, coelhos, galinhas e tudo mais que você quiser.

Por outro lado, pessoas com uma rotina muito corrida ou com um perfil muito urbano, geralmente não têm tempo para cuidar do imóvel. Seja implementando melhorias para impedir que a casa seja furtada ou garantindo a sustentabilidade dela. Neste caso, melhor um apartamento mesmo. Afinal, as responsabilidades serão bem menores na manutenção da estrutura do imóvel e a segurança tende a ser muito maior.

Qual seu projeto de vida?

Apesar de ser uma pergunta relativa, é preciso tê-la clara em sua mente. Afinal, um imóvel não é um bem que você troca toda semana. Então, a escolha entre casa ou apartamento deve ser respaldada pelo seu projeto de vida. Por exemplo, se você já sabe que quer um apartamento, mas tem planos de constituir família ou aumentá-la em pouco tempo, é melhor considerar uma casa. Ou, pelo menos, um apartamento espaçoso em um condomínio com boa área de lazer para as crianças que virão.

Essa perspectiva de vida deve ser analisada tanto a curto como a longo prazo. Como dissemos, imóvel não é como um carro, que trocamos facilmente todos os anos. Além de ser um bem caro, a busca e a mudança de casa ou apartamento são momentos estressantes e demandam muito tempo do seu dia a dia.

Quais são seus planos?

Ainda que similar à questão anterior, quando você tem um projeto de vida bem definido, é possível desenhar planos diferentes. Por exemplo: se você tem o projeto de vida de se tornar independente a curto prazo e constituir família a longo prazo, a compra de uma casa enorme não é necessária de imediato. Você pode optar por um apartamento agora e trocá-lo por uma casa no futuro.

Neste aspecto, é interessante conversar com um profissional do setor imobiliário da sua região para entender a facilidade de venda de imóveis. Geralmente, os apartamentos são mais fáceis de vender e estão disponíveis em maior quantidade para você escolher qual comprar.

Respondendo a estas três questões, certamente você terá maior convicção sobre que tipo de imóvel escolher. Mas, de fato, não importa se será casa ou apartamento. Você precisa é optar por aquilo que não te causará ansiedade.

Viu como é fácil se decidir? Então, aproveite que você não precisa mais ficar pensando muito nisso para curtir a nossa página no Facebook e seguir o nosso Instagram.