O corpo humano é um sistema complexo e que precisa ter todos os órgãos conversando entre si e em equilíbrio para funcionar corretamente. Neste contexto, os hormônios funcionam como uma espécie de mensageiros, transportando informações entre as células e regulando quase todas as funções do organismo. Apesar de serem tão importante e contribuírem para que cada órgão cumpra a sua função, os hormônios nem sempre recebem a devida atenção quando o assunto é saúde.

O Endocrinologista é o médico especialista por esta área e é o profissional mais adequado para orientar, diagnosticar e tratar quaisquer anormalidades hormonais. Muitas vezes essas disfunções mandam sinais por meio de sintomas tão corriqueiros que demoram a serem descobertas.

Se você tem dúvidas sobre quais doenças podem ser causadas pelas alterações hormonais, continue lendo este artigo e veja se está na hora de procurar um Endocrinologista.

endocrinologista

Fadiga constante

Se você está sempre cansado e sonolento, mesmo quando não tem um dia agitado, saiba que o problema pode não ser o excesso de trabalho ou a preguiça. A fadiga constante talvez seja o alerta que você precisava para procurar um Endocrinologista e conferir se os hormônios estão todos trabalhando corretamente.

Estima-se que 10% da população do país sofra de alguma disfunção na tireoide. Essa glândula, localizada na parte inferior do pescoço, libera os hormônios tiroxina(T3) e tri-iodotironina (T4), fundamentais para o pleno funcionamento do corpo. Quando a tireoide não funciona corretamente esses hormônios são produzidos em quantidade insuficiente (hipotireoidismo), o corpo desacelera e fica cada vez mais lento.

Isto porque os hormônios da tireoide são responsáveis por manter o metabolismo do corpo funcionando adequadamente. Se o metabolismo fica mais lento que de costume, os batimentos desaceleram, a menstruação fica irregular, assim como o apetite sexual, e a tendência é que o paciente ganhe peso devido a lentidão do sistema digestivo e o cansaço que impede a prática de exercícios físicos.

Perda ou ganho de peso

Se você perde ou ganha peso repentinamente e sem uma causa aparente, como uma dieta restritiva ou os excessos gastronômicos, saiba que há uma possibilidade de que você esteja com problemas hormonais. Como dissemos no item anterior, o hipotireoidismo, causado pela baixa produção do hormônio da tireoide, pode ocasionar um ganho de peso inesperado.

O excesso do hormônio, por sua vez, pode gerar o sintoma contrário. Com a aceleração do metabolismo, o aumento dos batimentos cardíacos e da transpiração, ocorre também a perda de massa magra e gordura.

A diabetes é outra possível causa. Com a produção inadequada de insulina pelo pâncreas, o organismo não consegue distribuir a glicose de maneira correta, ocasionando o acúmulo de açúcar no sangue e a diminuição da energia. Assim, o corpo busca por reservas que possam ser usadas para cumprir as funções do açúcar na produção de energia, geralmente as reservas de gordura.

Então, se você está emagrecendo rápido demais, sem dietas ou exercícios, antes de sair comemorando por ai, procure por Endocrinologista e veja se está tudo certo com os seus hormônios.

Dificuldades com o sono

A insônia é um problema enfrentado por milhares de brasileiros. O que muita gente não sabe é que ela pode ter causas hormonais. As disfunções hormonais, especialmente as que afetam as mulheres, podem provocar distúrbios do sono e tornar a hora de dormir muito menos prazerosa.

A queda acentuada da progesterona, muito comum aos períodos pré menstruais ou da menopausa, é a culpada por essa dificuldade. O hormônio tem propriedades tranquilizantes e por isso, quando produzido em quantidades menores, pode ser a causa da insônia. Assim como o metabolismo acelerado das pessoas com hipertireoidismo.

Acne persistente

Se as espinhas são o seu terror, saiba que até mesmo elas podem ser fruto de disfunções hormonais. Em mulheres, é muito comum que elas apareçam no período pré menstrual. Contudo, se o aparecimento da acne ocorre independente do período é provável que a testosterona esteja desregulada. E isso vale para homens e mulheres.

A testosterona, popularmente conhecida como o hormônio masculino, é responsável por estimular as glândulas sebáceas, que formam a camada de óleo que fica sobre a pele. O excesso de sebo liberado por essa glândula, pode se juntar com as bactérias na parte interior da pele, obstruir os poros e causar manchas e espinhas.

Perda de libido

É fato que uma rotina agitada pode acabar resultando em uma vida sexual menos ativa. Contudo, nem sempre as causas da perda de libido estão relacionadas a fatores externos. Os hormônios desregulados também podem ser a causa desse problema. Apesar de afetar as mulheres com mais frequência, devido às disfunções causadas pela menopausa ou pelos ciclos menstruais, os homens também podem ser prejudicados pelos transtornos hormonais.

A perda de libido está diretamente relacionada à diminuição da testosterona, no caso de homens e mulheres. Infelizmente, este é um sintoma frequentemente subestimado pelos pacientes, em função do suposto constrangimento que o assunto causa. Porém, é importante lembrar que este é uma doença como qualquer outra e que deve ser diagnosticada o quanto antes para ser tratada. Não deixe que a vergonha te impeça de ter uma vida plena e feliz!

Se você costuma sentir um ou mais dos sintomas mencionados aqui, procure por um Endocrinologista. Apesar de serem reclamações muito comuns, elas são incômodos e podem prejudicar a sua qualidade de vida. Lembre-se, a sua saúde merece atenção e deve ser sempre uma prioridade. Não ignore e nem subestime os sintomas!

Quem previne hoje fica tranquilo amanhã! Cadastre-se gratuitamente e use a Vizar para cuidar da sua saúde e fique tranquilo hoje!

Se você gosta desse tipo de conteúdo e quer ficar por dentro de outras dicas de saúde e bem-estar assine nossa newsletter.