Cuidado e segurança muito além do parto!

Escolher um obstetra para acompanhar a gravidez é essencial para garantir a saúde da mamãe e do bebê. Além de um médico qualificado, a mulher também quer se sentir acolhida e segura nessa nova fase da sua vida.

As mudanças físicas e emocionais são comuns. Mas cada uma, claro, vive este período de forma particular e com cuidados específicos. Vem ver com a gente como aproveitar bem esse momento especial e com assistência à sua saúde!

Importância de um obstetra na gestação

A gravidez é um período de muitas transformações, não só do corpo como na vida da mulher.  Por isso, todo apoio é fundamental nessa fase para que as futuras mamães se sintam  acolhidas e seguras.

Depois que é constatada a gravidez, a mulher já deve dar início ao pré-natal. A agenda passa a ser preenchida por consultas e exames, para garantir a sua saúde e a do bebê. A gestante avalia o histórico de doenças, medicamentos e orienta sobre hábitos saudáveis.

Só que a escolha do obstetra nem sempre é fácil. As dúvidas frequentes dizem respeito a capacitação do obstetra e se ele conduzirá o parto de forma segura e do jeito desejado. E, principalmente, se estará disponível nos momentos em que for solicitado.

Escolha do profissional de saúde

Para achar um bom profissional, procure por indicações. Muitas vezes elas aparecem na própria família ou em círculo de amizades. E se você já tiver um ginecologista obstetra, avalie com outras pacientes se elas ficaram satisfeitas com o acompanhamento.

O importante é que você se sinta confortável com a escolha do profissional. E os quesitos vão além de um bom currículo, pois a empatia e confiança durante as conversas contam muito.

E se no meio do caminho você se decepcionar com o obstetra, procure por outro especialista. Assim, você evita angústias e inseguranças nessa fase tão bonita da sua vida. Não tenha vergonha de pesquisar sobre a vida profissional e histórico de partos do médico. Com isso você tem mais noção do seu perfil.

Acompanhamento pré-natal

De acordo com o Ministério da Saúde, a assistência pré natal é  o primeiro passo para garantir o bem estar físico e emocional ao longo da gestação.

Nessa fase, a agenda das mamães começa a ser preenchida com consultas, exames e avaliações periódicas. O período de consultas pode depender de mulher para mulher. Mas, devem ocorrer no mínimo uma vez por trimestre, duas no segundo e três no terceiro.

É importante que as mulheres sejam transparentes sobre o seu estado de saúde e expectativas em relação ao parto. O obstetra deve ser uma pessoa atenciosa e acessível para conseguir oferecer segurança e tranquilidade para a mulher.

Converse sobre o seu plano de parto

A mamãe deve informar o tipo de parto que deseja ter e a assistência desejada para a chegada do seu filho. Com a formalização das suas vontades, fica acordado tudo o que gostaria ou não que acontecesse no seu parto.

Defina o local da maternidade

Os obstetras costumam indicar os hospitais que preferem trabalhar. Eles já conhecem a estrutura e dos locais. Então, se você gosta de uma maternidade que está na lista dele, ótimo. Mas,  se preferir, fique à vontade para apontar suas preferências para chegarem em um consenso.

Não esqueça do pós parto, cuide-se!

Quase metade das mulheres não volta ao médico obstetra após o parto. E o acompanhamento da saúde da mamãe é fundamental para evitar complicações como anemia, infecção urinária, pressão alta, alteração na tireoide e trombose.

Só o médico pode avaliar também a saúde emocional da mulher e a necessidade de um a tratamento com um terapeuta ou psiquiatra.  Ao abrir mão da avaliação médica, a mãe pode colocar em risco a sua saúde e de seu bebê, em casos de infecções.

Precisa de uma ajudinha para cuidar da saúde?

Ligue para o telefone (31) 3360-9044 e agende agora o seu obstetra com a Vizar! Atendemos em Belo Horizonte e região metropolitana.

Não possui o cartão Vizar Beta ainda? Não perca tempo e garanta o seu cadastro: clique aqui!