Por um inverno com mais saúde!

A rinite é uma das doenças respiratórias predominantes com a chegada do frio. Espirros, dor de cabeça e cansaço são alguns dos sintomas dessa enfermidade. Ela pode comprometer a qualidade de vida e produtividade das pessoas nas atividades diárias.

Para evitar os incômodos é fundamental ficar de olho nas ações preventivas, assim como em um tratamento adequado. Neste post você vai saber um pouco mais sobre a doença e o que pode fazer para viver melhor!

 

O que é Rinite Alérgica?

A rinite é uma inflamação da mucosa nasal. Nos casos crônicos, a doença é induzida pela exposição a alérgenos, como poeira e fumaça de cigarro. Já nos casos agudos é provocada por vírus, em sua maioria. Ela pode se apresentar em duas fases:

  1. Fase imediata: se manifesta instantes depois a um estímulo alérgeno.
  2. Fase tardia ou inflamatória: ocorre 4 a 8 horas após o estímulo.

Segundo o Ministério da Saúde, a rinite é um problema de saúde pública e está entre as principais causas da procura por atendimento médico. É muitas vezes confundida com a sinusite e a asma, por isso é importante diferenciar cada uma para saber como se tratar.

 

 

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico de rinite alérgica é clínico, realizado com base nos dados de história e exame físico do paciente. Para um diagnóstico diferencial é realizado uma classificação da intensidade dos sintomas e seu impacto sobre a qualidade de vida do paciente.

 

Qual a relação entre rinite alérgica e asma?

Segundo pesquisa, cerca de 80% das pessoas com asma têm rinite alérgica. E, aproximadamente, 15 a 30% dos portadores de rinite têm sintomas de asma.

A rinite alérgica pode piorar a asma, além de aumentar o risco de hospitalizações e crises alérgicas. Portanto, quem tem rinite persistente deve verificar se tem asma e vice-versa.

Para se ter bons resultados no controle de cada doença, é importante o tratamento e controle adequado para cada uma delas.

Separamos algumas dicas de prevenção:

  1. Fique longe de produtos com cheiro forte;
  2. Evite exposição à fumaça de cigarro;
  3. Mantenha sua casa ventilada;
  4. Evite exposição ao mofo;
  5. Cuide da higienização da sua roupa de cama e cobertores;
  6. Evite locais com poluição atmosférica;
  7. Evite contato com animais domésticos se comprovada sensibilização.

Cuide de você, busque por tratamento médico!

Com o tratamento adequado da rinite alérgica é possível atuar na prevenção e alívio dos sintomas. Os especialistas responsáveis em tratar a doença são:

  • Pediatra
  • Otorrinolaringologista
  • Imunologista.

Quer saber mais sobre as doenças respiratórias? 

Para esclarecer todas as dúvidas sobre as doenças respiratórias, preparamos um conteúdo especial.  Faça aqui o download do eBook!


 

Marque agora a sua consulta!

Ligue para o telefone (31) 3360-9044 e agende a sua consulta com a Vizar! Atendemos em Belo Horizonte e região metropolitana.

Não possui o cartão Vizar Beta ainda? Não perca tempo e garanta o seu cadastro gratuito: clique aqui!

18 de abril, 2018|

Cadastre-se em nossa newsletter.

Receba dicas, novidades e muito mais: